Select Menu

Slider

Travel

Performance

Cute

My Place

Aniversariantes

Racing

A Polícia Civil de Tabapuã conseguiu prender nesta sexta-feira (2), o suspeito de matar o frentista de Guapiaçu, Roberto Donizete Conchal, de 43 anos. O corpo dele foi encontrado em uma estrada de terra de Tabapuã, no dia 21 de junho. De acordo com a polícia, o suspeito, C.E.P., de 19 anos, confessou que matou a vítima porque tiveram um desentendimento. A vítima desapareceu no 5 de junho, um domingo, depois do almoço, para dar uma volta de moto.
C. confessou que deu três golpes de faca em Roberto e depois fugiu com a moto e os pertences dele. A moto da vítima já tinha sido apreendida pela polícia anteriormente e estava com as numerações do chassi e do motor raspadas. O celular da vítima o autor disse que deu para um amigo.
Já os documentos da moto e de Roberto foram encontrados em uma estrada de terra de Tabapuã. O criminoso foi levado para a cadeia de Catanduva.
(Foto: Arquivo pessoal) fonte/Gazeta do interior
-
O presidente em exercício Michel Temer vai recorrer ao aumento de tributos para diminuir o rombo nas contas públicas em 2017. Mesmo assim, a meta de déficit fiscal será superior a R$ 150 bilhões.
Na noite de ontem, após reunião com Temer e a equipe econômica, o senador e relator da Lei de Diretrizes Orçamentárias, Wellington Fagundes (PR-MT), informou que a previsão de receitas será elevada com o aumento da Cide (imposto sobre os combustíveis) e recursos com concessões e privatizações. Também estão em análise outros tributos que não dependam do Congresso.
Segundo fontes, a elevação da Cide, de R$ 0,10 para R$ 0,60, por exemplo, poderia resultar num reforço de caixa anual de até R$ 15 bilhões.
Sem essas medidas adicionais, o déficit para 2017 poderia chegar a R$ 194 bilhões, informou o presidente da Comissão Mista do Orçamento, o deputado Arthur de Lira (PP-AL).

Fazenda, Planejamento, Banco Central e Receita ainda têm números diferentes e há como “arrefecer” o déficit do ano que vem, explicou Lira. “Falamos de impostos, privatizações, concessões, repatriação e da importância também de a PEC do teto dos gastos ser aprovada.”

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, informou no encontro que o governo já recolheu R$ 8 bilhões na repatriação de recursos.
Segundo fontes, a proposta levada por Meirelles é de uma de meta mais próxima de R$ 140 bilhões a R$ 150 bilhões. Mas a ala política do governo, entre eles o senador Romero Jucá (PMDB-RR), insistiu num valor mais elevado, em torno de R$ 160 bilhões.
O dia de discussões intensas fez, no meio da tarde, Temer quebrar o protocolo e ir ao gabinete do ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, para reunião com Meirelles. No ritual do poder, ministros é que vão ao presidente, e não o contrário.
Sem superar o impasse, Temer pediu aos ministros da área econômica um número fechado para a meta até o meio-dia de hoje. Sua intenção é anunciá-la até o fim do dia.
O presidente também encomendou medidas adicionais, principalmente relacionadas ao controle de gastos. “Ele não quer que o discurso de aumento de receitas fique focado apenas em impostos”, disse uma fonte. Uma delas é a revisão do auxílio-doença, que foi anunciada no fim do mês pelo ministro interino do Planejamento, Dyogo Oliveira.

Fonte/MSN Notícias
- -
© Foto: Reprodução Decisão liminar, que acata ação popular, alcança mulher do pastor e suspende os documentos concedidos pelo ministro José Serra (Relações Exteriores).
A Justiça Federal em São Paulo determinou liminarmente a suspensão dos passaportes diplomáticos concedidos ao pastor R. R. Soares e a sua mulher Maria Magdalena Ribeiro Soares, da Igreja Internacional da Graça de Deus, concedidos pelo ministro das Relações Exteriores José Serra (PSDB) na quarta-feira da semana passada, 29 de junho. A decisão liminar acata o pedido em  ação popular movida pelo advogado Ricardo Abraão Amin Nacle questionando a concessão do benefício aos pastores.
Na decisão, o juiz da 7ª Vara Federal Cível Tiago Bologna Dias dá cinco dias para os pastores entregarem o documento à Justiça e aponta que  a concessão do benefício aos religiosos representa uma "confusão entre Estado e religião incabível".
"Na Ordem Constitucional vigente o Estado é laico, há separação plena entre Igreja e Estado, de forma que é efetivamente incompatível com a Constituição que líder religioso, nesta condição e no interesse de sua instituição religiosa, seja representante dos interesses estatais brasileiros no exterior", assinala o magistrado.
Tiago Bologna Dias contesta o argumento do Ministério das Relações Exteriores de que a concessão do benefício aos pastores atende ao "interesse do País", uma das justificativas previstas na legislação sobre o tema.
Para o magistrado, ainda que a legislação deixe em aberto algumas possibilidades para a concessão do benefício, "Isso não quer dizer arbitrariedade, vale dizer, a opção de conveniência e oportunidade deverá respeitar os parâmetros constitucionais, legais e regulamentares incidentes e sua conformidade com os fins do instituto". Além disso, o juiz apontou que, além do alegado interesse do País, o Ministério deve explicar os motivos de forma mais detalhada para autorizar os passaportes, o que não foi feito na portaria envolvendo R. R Soares e sua mulher.
Na prática, o passaporte diplomático permite a R. R Soares e sua mulher entrarem e saírem de alguns países com relação diplomática com o Brasil sem a necessidade de visto ou qualquer outra burocracia. O passaporte, contudo, não dá imunidade diplomática a eles.
Religiões
Não é a primeira vez que o governo federal concede o benefício a líderes religiosos. Em 2013, durante o governo Dilma Rousseff, o líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, Valdemiro Santiago de Oliveira, e a mulher dele, Franciléia de Castro Gomes de Oliveira também receberam o benefício. Outros líderes de igrejas também já receberam o documento, que dá direito ao uso de uma fila especial nos aeroportos, mas não dá imunidade diplomática.
Com menos de uma semana no cargo, em maio deste ano, José Serra concedeu o mesmo benefício para o pastor Samuel Ferreira e a mulher Keila, também pastora, da Assembleia de Deus. Ferreira é investigado na Lava Jato suspeito de lavar dinheiro de propina para Eduardo Cunha (PMDB-RJ) por meio da igreja em Campinas.
Apesar da repercussão negativa do caso, a Justiça de São Paulo negou o pedido liminar para a suspensão dos passaportes diplomáticos de ambos, também solicitado em uma Ação Popular de Ricardo Nacle. Foi a primeira vez, desde o começo da Lava Jato, que um investigado sem prerrogativa de foro recebeu o benefício dado a autoridades.
Segundo o Itamaraty, a política de conceder os passaportes a líderes evangélicos busca dar igualdade de tratamento às diferentes religiões, já que líderes católicos recebem o documento também. A gestão de Serra, contudo, já informou que pretende reavaliar as políticas de concessão de passaportes diplomáticos.
Ao mandar suspender o benefício a R. R. Soares e sua mulher, o juiz Tiago Bologna Dias questionou a justificativa que aparece no site do Ministério de que, durante o período imperial, o passaporte diplomático era concedido a líderes católicos e que, por isso, hoje o Brasil concede o benefício a todas as religiões. Para o juiz, a justificativa não se sustenta, pois no período imperial o Brasil não era laico.
"Modificado este princípio fundamental do Estado, a atenção à isonomia se dá com a não concessão do passaporte diplomático a qualquer líder religioso, inclusive os católicos, não a extensão desta esta prática reconhecidamente arcaica e inconstitucional, que ofende a isonomia entre os líderes religiosos e os demais cidadãos", segue o juiz.
O sistema de concessão de passaportes diplomáticos foi alterado em 2011, depois de revelado que os filhos e netos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tinham o documento mesmo depois da sua saída do governo e de não serem menores de idade, como determinava o decreto sobre o tema. Na época, a legislação dava ao ministro o poder de decidir quem poderia receber o passaporte em casos considerados de interesse nacional, e o então ministro das Relações Exteriores Celso Amorim, concedeu o documento aos filhos de Lula pouco antes do final de seu governo, em 2010.
A reportagem encaminhou e-mail para a assessoria de R. R Soares e para a Advogacia-Geral da União, que representa a União na ação popular, mas ainda não obteve retorno. Fonte/MSN Notícias
-
Maior estrela do atletismo mundial, Usain Bolt ficou fora da final dos 100 m das seletivas jamaicanas por lesão e corre contra o tempo para estar recuperado a tempo e garantir sua classificação para os Jogos Olímpicos do Rio 2016. A situação do homem mais rápido do mundo levanta vários questionamentos, e sua possível ausência seria um enorme baque para o evento.
Bolt é o atual bicampeão olímpico dos 100m e dos 200m e sonha em conquistar o tricampeonato inédito no Rio. O jamaicano também conquistou duas medalhas de ouro no revezamento 4x100m, mas corre risco de ter a primeira retirada por conta da reanálise de uma amostra que revelou o doping do companheiro de equipe Nesta Carter em Pequim 2008. MSN/NOTICIAS 


-
Fernanda Guttila morreu nesta sexta-feira (1), aos 31 anos, após sofrer uma parada cardíaca. A fisiculturista estava internada no Hospital Montemagno há 20 dias, com um quadro de tromboembolismo pulmonar que evoluiu para uma grave pneumonia.
A notícia foi divulgada aos fãs pelo namorado da atleta, Vinícius Piffardini. "A vida é realmente uma caixinha de surpresas. Nesta madrugada, minha namorada veio a nos deixar. Ela não merecia isso. Espero que Deus nos ajude a superar essa tremenda perda e conforte nossos corações", lamentou.
Campeã brasileira e mundial de fisiculturismo, a morena era ícone de sua categoria e tinha mais de 40 mil seguidores no Instagram. Seus fãs, aliás, não deixaram de lamentar o ocorrido. Fonte/MSN Notícias
- -
Na última terça (28), as pessoas que passeavam pela praia do José Menino, em Santos, foram pegos de surpresa por um fenômeno curioso que provoca um efeito luminoso nas ondas do mar. Impressionados com a beleza, muitos tiraram o celular do bolso para registrar o momento.

Uma dessas imagens, registrada pelo fotógrafo Dorigley Ferreira, acabou viralizando nas redes sociais por um motivo peculiar. Segundo os internautas, é possível ver um fantasma em um dos cliques de Ferreira.

“Muita gente me falando que tem fantasma, criança de sunga preta e até um Husky”, afirma ele na sua conta de Facebook. A intenção do fotógrafo era mostrar as imagens inusitadas da água com um aspecto azulado, mas pouco tempo depois de soltar as fotos na rede, várias pessoas já tinham compartilhado. Fonte/MSN Notícias
Parece que o clima entre Xuxa e Gugu na Record não é dos melhores, principalmente pelo quadro que a apresentadora pretende levar ao ar nesta segunda-feira (4), em seu programa na emissora.
De forma idêntica ao quadro “Teste da Vida Real” do programa do Gugu, a apresentadora também vai se vestir de mendiga para surpreender uma jovem que distribui sopa para pessoas carentes no Rio de Janeiro. Na Record, a gravação está sendo apontada como uma cópia do quadro de Gugu em que contratados da emissora passam por situação semelhante, é o que informa o jornalista Daniel Castro.
O “Teste da Vida Real” é um quadro exibido no Gugu desde o ano passado, onde ele mostra a reação de pessoas nas ruas diante de situações inusitadas. No ano passado, Gugu mostrou a reação de algumas pessoas em uma situação de racismo, também transformou Gesy Arruda em moradora de rua e na semana passada exibiu uma matéria na qual a turma do “Balanço Geral” testava a generosidade das pessoas ao pedir roupas de frio nas ruas de São Paulo.
Fonte/MSN Notícias
- -