Select Menu

Slider

Travel

Cute

My Place

Racing

                                  Imagem / Reprodução

Um indiano foi condenado a nove anos de prisão por ter abusado sexualmente de uma mulher que estava sentada ao lado dele durante um voo noturno da Spirit Airlines, de Las Vegas para Detroit, nos Estados Unidos, em janeiro.
Prabhu Ramamoorthy, de 34 anos, viajava acompanhado da esposa e estava sentado em uma poltrona entre a mulher e a vítima, de 23 anos.
Ela contou que estava dormindo na hora e acordou com a camisa aberta e a mão dele dentro da sua calça.
A vítima relatou o incidente à tripulação pouco antes de o avião pousar.
Quando as denúncias contra Ramamoorthy vieram à tona, ele negou as acusações, alegando que não poderia ter cometido o crime porque também estava dormindo.
A esposa de Ramamoorthy disse, por sua vez, que a vítima estava dormindo nos joelhos do marido. E afirmou que o casal pediu a um comissário de bordo para mudá-la de lugar.
A tripulação informou aos investigadores, no entanto, que apenas a vítima pediu para trocar de assento.
Eles contaram que ela estava chorando quando se dirigiu até eles - e que os botões da sua camisa e calça estavam abertos. E deram a ela uma poltrona diferente na parte de trás do avião.
Ramamoorthy foi detido sem direito a fiança - os promotores acreditavam que ele poderia fugir -, após comparecer a um tribunal federal em Michigan.
A promotoria havia pedido originalmente uma pena de 11 anos de prisão. Mas o juiz distrital Terrence Berg concluiu que nove anos eram suficientes para o que ele descreveu como "uma ofensa extremamente séria", de acordo com o jornal americano Detroit Free Press.
Segundo a imprensa local, Ramamoorthy vivia nos Estados Unidos com um visto de trabalho. E será deportado de volta para a Índia após cumprir sua pena, informou o tribunal federal de Detroit.
Fonte / MSN Notícias
-
Imagem/TV TEM
Uma mulher de 46 anos foi morta a tiros na manhã de quinta-feira (13) em uma rua no bairro Parque das Aroeiras 2, região norte de São José do Rio Preto (SP). Quando os policiais chegaram ao local, a vítima já estava morta. Fonte/TV Tem
- -
                                  Foto / Matheus Silva

Nenhum apostador acertou as seis dezenas do concurso 2.106 da Mega-Sena. Os números sorteados nesta quarta-feira (12), em Criciúma (SC), foram os seguintes: 03, 27, 36, 39, 40 e 43. O prêmio estimado para o próximo sorteio, no dia 15, é de R$ 42 milhões.
Confira o rateio oficial:
Sena - 6 números acertados - Não houve acertador
Quina - 5 números acertados - 82 apostas ganhadoras, R$ 35.639,55
Quadra - 4 números acertados - 5610 apostas ganhadoras, R$ 744,19
LOTOFÁCIL
Cinco apostadores acertaram as 15 dezenas do concurso 1.749 da Lotofácil. Cada um deles vai receber o prêmio de R$ 433.158,33. Os números sorteados nesta quarta-feira (12), em Criciúma (SC), foram os seguintes: 02, 04, 06, 09, 12, 13, 15, 16, 19, 20, 21, 22, 23, 24 e 25. O prêmio estimado para o próximo sorteio, no dia 14, é de R$ 2 milhões.
Confira o rateio oficial:
15 acertos - 5 apostas ganhadoras, R$ 433.158,33
14 acertos - 525 apostas ganhadoras, R$ 1.813,32
13 acertos - 17047 apostas ganhadoras, R$ 20,00
12 acertos - 200876 apostas ganhadoras, R$ 8,00
11 acertos - 1086204 apostas ganhadoras, R$ 4,00
QUINA
Um apostador acertou as cinco dezenas do concurso 4.849 da Quina. O bilhete de São Luís (MA) vai render ao ganhador o prêmio de R$ 2.959.801,65. Os números sorteados nesta quarta-feira (12), em São Paulo, foram os seguintes: 33, 34, 43, 44 e 46. O prêmio estimado para o próximo sorteio, no dia 13, é de R$ 600 mil.
Confira o rateio oficial:
Quina - 5 números acertados - 1 aposta ganhadora, R$ 2.959.801,65
Quadra - 4 números acertados - 218 apostas ganhadoras, R$ 2.142,31
Terno - 3 números acertados - 7046 apostas ganhadoras, R$ 99,67
Duque - 2 números acertados - 161662 apostas ganhadoras, R$ 2,38
FEDERAL
A Caixa sorteou ainda os bilhetes do concurso 05344 da Loteria Federal. Veja os principais prêmios:
Destino - Bilhete - Valor do Prêmio (R$)
1º bilhete - 75485 - 350.000,00
2º bilhete - 21051 - 18.000,00
3º bilhete - 29772 - 15.000,00
4º bilhete - 86080 - 12.000,00
5º bilhete - 24870 - 10.023,00. Com informações da Folhapress.
Fonte / MSN Notícias
-
Imagem / Reprodução

O juiz Marco Antonio Botto Muscari, da 6° Vara Cível da capital, condenou o ex-prefeito Fernando Haddad (PT) a pagar uma indenização de 79.182 reais ao líder da Igreja Universal do Reino de Deus, Edir Macedo. Após uma missa em 12 de outubro, durante a campanha eleitoral, o petista disse que o presidente eleito, Jair Bolsonaro, “é o casamento do neo-liberalismo desalmado, representado pelo Paulo Guedes, com o fundamentalismo charlatão do Edir Macedo”. A união de ambos, segundo Haddad, tinha um propósito: “Sabe o que está por trás dessa aliança? Chama em latim: auri sacra fames, fome de dinheiro. Só pensam em dinheiro”. Em novembro, o candidato derrotado ao Planalto já havia sido obrigado a apagar as postagens relativas ao assunto em suas redes sociais.
Na decisão, o magistrado deu um “pito” no ex-prefeito. “Ora, ora. Será que um bacharel, mestre e doutor pela USP, ex-prefeito da maior cidade do País e que chega ao 2º turno da eleição presidencial com 31 milhões de votos imagina que chamar líder religioso de charlatão e faminto por dinheiro não é conduta capaz de ofender o patrimônio ideal do conhecido bispo?”, escreveu o juiz na sentença, proferida nesta quarta-feira (12). “Pode-se gostar ou não da crença, da figura e da Igreja do autor. Pode-se evitar seus templos, seus programas de televisão e inclusive dar notícia de irregularidades às autoridades competentes. O que não se pode, em hipótese alguma, é atribuir ao bispo características incompatíveis com a liderança que exerce perante milhões e milhões de cidadãos brasileiros e estrangeiros”.
No processo, Haddad se defendeu e disse que existem diversas ações judiciais contra Macedo. “A Igreja Universal, fundada pelo Requerente Edir Macedo, ocupa rotineiramente as manchetes de jornais com notícias de antigos fiéis que alegam ter sido ludibriados, buscando a reparação financeira de valores e bens entregues em favor da Igreja”, escreveu o advogado Igor Sant’Anna Tamasauskas. “Ainda com finalidade de contextualizar os fatos narrados na ação, é de conhecimento público e notório que membros da Igreja Universal utilizam métodos e estratégias para pedir dinheiro, existindo reportagens apontando que o próprio requerente, Edir Macedo, ensinaria táticas para pastores conseguirem dinheiro de fiéis”. 
O juiz Muscari não aceitou a alegação. “Se o Judiciário tolerar práticas desse jaez e acolher a alegação de que tudo isso é normal, em breve descambaremos para um estado de barbárie jurídica em que vale tudo”. Além de pagar a indenização, o ex-prefeito Fernando Haddad deverá pagar mais 10% do valor da multa a título de honorários. Como a decisão é em primeira instância, cabe recurso nas cortes superiores. 
Fonte / MSN Notícias
-
                                  Imagem / Reprodução

O presidente eleito Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira que pretende mudar a legislação trabalhista para aproximá-la da “informalidade”. “No que for possível, sei que está engessado no artigo sétimo (da Constituição), mas tem que se aproximar da informalidade”, declarou em reunião com parlamentares do DEM no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB). O artigo 7º trata dos direitos dos trabalhadores urbanos e rurais, como férias e décimo terceiro.
Na semana passada, Bolsonaro já havia dito que é preciso mudar “o que for possível” na legislação trabalhista, mas não detalhou quais pontos quer priorizar. Ele defende um aprofundamento da reforma trabalhista já aprovada pelo governo Michel Temer.
No encontro desta quarta, Bolsonaro também afirmou, ao se referir ao Ministério Público do Trabalho (MPT), que “se tiver clima a gente resolve esse problema”. Bolsonaro disse que “não dá mais para quem produz ser vítima de ações de uma minoria, mas de uma minoria atuante”.
O presidente eleito criticou a decisão do MPT por pedir multa de 100 milhões de reais da empresa Havan e de seu dono, Luciano Hang. A ação afirma que o empresário coagiu funcionários durante o período eleitoral para apoiarem Bolsonaro. “O Luciano Hang está com uma multa de 100 milhões porque teria aliciado funcionários a votarem em mim. Como é que os caras conseguem bolar um negócio desses?”, questionou.
Bolsonaro disse ainda que “ser patrão no Brasil é um tormento”. “Nós temos direitos demais e empregos de menos, tem que chegar a um equilíbrio”, afirmou.
O presidente eleito também defendeu que os patrões e as empresas sejam tratados “como amigos” pelos órgãos fiscalizadores. “Nós queremos que tenha fiscalização sim, mas que chegue no órgão a ser fiscalizado e que a empresa seja atendida como amiga. Vê o que está errado, faz observações, dá um prazo, e depois volta para ver se a exigência foi atingida. E aí multa. Não fazer como está aí.”
Fonte / MSN Notícias
- -
                                                          Imagem / © Reprodução

 Menos de oito horas após ameaçar de morte o presidente eleito, Jair Bolsonaro, um homem foi preso, nesta quarta-feira (12), em Porto de Galinhas, no litoral sul de Pernambuco. As informações são do programa "Tolerância Zero". A prisão foi realizada pelo Departamento de Repressão ao Narcotráfico de Pernambuco (Denarc).


Em um vídeo postado nas redes sociais, o suspeito, que não teve a identidade revelada, xinga o capitão da reserva do Exército e diz que vai matá-lo. "Você num (sic) vai liberar tudo, né? Libera isso aqui (revólver) na tua cara, arrombado (sic). Fica ligeiro. Antes de você me pegar, vou pegar você. Vou matar você", ameaça o rapaz.
Bolsonaro se pronunciou sobre o ocorrido. "O brasileiro sofre diariamente com ameaças às claras em todos os Estados do Brasil. Cabe ao Executivo, Judiciário em conjunto com parlamentares, agirem em prol da defesa do cidadão de bem, criando dispositivos para retarguarda jurídica dos Agentes de Segurança Pública", escreveu o presidente no Twitter.
Fonte / MSN Notícias
- -
                                   Foto / Matheus Silva

A Mega-Sena sorteia hoje (12) o prêmio de R$ 36 milhões. O concurso 2.106 será realizado a partir das 20h (horário de Brasília) no Caminhão da Sorte, estacionado no Parque das Nações na cidade de Criciúma, em Santa Catarina.
De acordo com a Caixa, o valor do prêmio principal seja aplicado na poupança renderia mais de R$ 133 mil por mês. O dinheiro também é suficiente para comprar 15 apartamentos de luxo, com carro na garagem.
As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) desta quarta-feira, em qualquer casa lotérica credenciada pela Caixa em todo o país. A aposta simples, com seis dezenas, custa R$ 3,50.
Mega da Virada
A 10ª edição do concurso especial da Mega da Virada tem um prêmio estimado em R$ 200 milhões. O sorteio será realizado no dia 31 de dezembro. As apostas começaram a ser feitas no dia 5 de novembro.
Segundo a Caixa, o dinheiro do prêmio principal, investido na poupança, renderia cerca de R$ 743 mil mensais. A Mega da Virada não acumula.
Fonte / MSN Notícias
-