Select Menu

Slider

Travel

Cute

My Place

Racing

                      © Daniel Teixeira/Estadão O tucano Aécio Neves e o peemedebista Michel Temer

BRASÍLIA - O presidente Michel Temer recebeu no Palácio do Jaburu, residência oficial, o senador tucano Aécio Neves (MG), que é presidente licenciado do PSDB. Segundo interlocutores do presidente, ele fez um apelo pela reforma da previdência e pediu apoio do tucano na reunião de daqui a pouco, quando a legenda discute apoio à reforma da Previdência e o desembarque do governo Temer. O compromisso com Aécio não consta na agenda oficial, até o momento.
Temer se encontra daqui a pouco, já no Palácio do Planalto, com o presidente da Petrobras, Pedro Parente. Conforme mostrou o Estado hoje, o anunciado desembarque do PSDB do governo Michel Temer após a convenção que o partido realizará no dia 9 de dezembro não vai abranger os tucanos em cargos de segundo e terceiro escalões.
Interlocutores diretos do presidente descartaram veementemente uma possível saída de Parente. Segundo auxiliares de Temer, não há “nenhum horizonte” de troca no comando da estatal. Fontes do Planalto destacaram ainda que a escolha de Parente para o cargo não é fruto de nenhuma composição partidária e que ele foi escolhido por questões técnicas.
Apesar de o Planalto negar a que indicação de Parente seja do PSDB, ao Estado, o ex-governador Alberto Goldman, presidente interino do partido, defendeu disse que o executivo é “historicamente” ligado à sigla.
A ala que faz oposição a Aécio esvaziou a reunião da executiva. Nem o senador Tasso Jereisssti (CE), destituído da presidência interina do partido por Aécio, nem o líder da bancada na Câmara, deputado Ricardo Tripoli (SP), participam. Tasso está em Fortaleza (CE) e volta mais tarde para Brasília. Tripoli retorna de missão oficial na COP 23, na Alemanha.
Reforma ministerial. Interlocutores do presidente negaram ainda que na conversa com Aécio o presidente discutiu uma possível saída do tucano Antonio Imbassahy da pasta da Secretaria de Governo. O cargo esta sendo cobiçado pelo PMDB, que já indicou o nome do deputado Carlos Marun para a vaga. 
O presidente, entretanto, tem dito que quer fazer a melhor costura possível nesta troca para evitar desgastes. Hoje à noite, quando Temer receberá boa parte da base aliada para um jantar no Alvorada, o governo quer medir a temperatura em torno da reforma da previdência, ouvir das demandas e definir os próximos passos das mudanças no primeiro escalão que Temer já avisou serão paulatinas e durarão até março.
Agenda. O presidente avisou que intensificará a agenda para tentar garantir os 308 votos necessários para a aprovar a reforma da previdência. Daqui a pouco recebe um grupo de governadores para uma reunião seguida de um almoço no Palácio da Alvorada. Às 15h30, o presidente participa de cerimônia de posse de Alexandre Baldy no lugar do tucano Bruno Araújo no Ministério das Cidades.
Às 17 horas, Temer recebe, ao lado do ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, o presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski, também para pedir apoio para a reforma. Apesar disso, Ziulkoski já avisou que trará demanda de ajuda aos munícipios, que reclamam que muitos programas do governo federal não estão tendo reajustes e estão sufocando as contas municipais. Hoje a CNM fará um protesto em frente ao Congresso, com um barco de cerca de 14 metros para alertar o risco de os municípios “afundarem”.
Às 18 horas, Temer participa de cerimônia de anúncio de Política de Governança Pública e, às 20 horas, oferece o jantar para a base aliada. Agora pela manhã, Temer recebeu a delegação brasileira que conquistou o segundo lugar em competição de profissões técnicas na WorldSkills, realizada em Abu Dhabi.
Fonte/MSNNotícias
- -
                                   © VEJA Antonio Carlos Rodrigues

Polícia Federalprendeu nesta quarta-feira, 22, o senador Antonio Carlos Rodrigues (PR) em São Paulo por suspeitas de corrupção e fraude envolvendo prestação de contas eleitorais. Rodrigues também é presidente nacional do PR. O mandato de prisão temporária cumprido pela PF foi expedido pela Justiça Eleitoral de Campos de Goytacazes (RJ).
Rodrigues é alvo da mesma investigação que culminou na prisão do ex-governador Anthony Garotinho (PR) e da mulher dele, Rosinha, no Rio. Todas essas prisões têm relação com o depoimento prestado por Ricardo Saud, da JBS, à PF, no qual ele diz ter feito pagamentos para o PR em troca de apoio do partido à chapa da então presidente Dilma Rousseff, em 2014.
Segundo empresário, o contato era feito por meio do senador e o repasse para o partido, segundo Saud, chegou a R$ 36 milhões. O pagamento teria sido feito por meio de doação oficial fraudada, uso de notas frias e propina paga em espécie. Saud afirmou na delação que se encontrou com Antonio Carlos Rodrigues “não menos que 10 vezes”.
Fonte/MSNNotícias
- -
                                   © VEJA TSE mantém Rosinha inelegível

Polícia Federal de Campos, zona norte do Rio, prendeu nesta quarta-feira, 22, o ex-governador do Estado Anthony Garotinho (PR) e a mulher dele, Rosinha Garotinho. A prisão aconteceu no dia em que a PF realiza uma operação na qual um dos alvos é o ex-secretário de governo na gestão Rosinha. Ela foi governadora de 2003 a 2007.
A informação foi confirmada pela filha dos dois, a secretária municipal de Desenvolvimento do Rio, Clarissa Garotinho, em entrevista à rádio CBN.
Garotinho foi levado para a sede da Polícia Federal no Rio, na Zona Portuária. Rosinha está na cidade de Campos. O pedido foi feito pelo Ministério Público Eleitoral, que apura a arrecadação de dinheiro ilícito para o financiamento da campanha dos dois.

A investigação é um desdobramento da “Operação Chequinho”, que apura fraude com fins eleitorais no programa Cheque Cidadão por Garotinho. A defesa de Anthony Garotinho informou que que só se pronunciará quando tiver acesso aos documentos que embasaram o mandado de prisão do ex-governador, “o que ainda não aconteceu”.

Outras prisões

Não é a primeira vez que Anthony Garotinho é preso. A última prisão foi em setembro, quando apresentava o programa que ancora na Rádio Tupi. Garotinho foi preso e condenado pela Justiça Eleitoral por comandar um esquema de fraude eleitoral na época em que era secretário de Governo de Campos. Segundo o Ministério Público, Garotinho oferecia inscrições no programa Cheque Cidadão, que dá R$ 200 por mês para cada beneficiário, em troca de votos. 
Anthony Garotinho também foi preso em novembro do ano passado, durante a Operação Chequinho, que já investigava o esquema no programa Cheque Cidadão. Depois da prisão, Garotinho passou mal e foi levado a um hospital do Rio. De lá, ele foi levado à força, por decisão judicial, para uma unidade de saúde dentro de uma penitenciária de Bangu. O ex-governador conseguiu uma autorização para realizar uma cirurgia no coração em um hospital particular. Depois disso, foi cumprir prisão domiciliar.
Fonte/MSNNotícias
- -
© Reprodução/Facebook Alexandra Oliveira levou três tiros e foi assassinada em emboscada em São Pedro do Turvo, interior de São Paulo.


SÃO PAULO - A trabalhadora rural Alexandra de Oliveira, de 40 anos, foi assassinada em uma emboscada montada pelo marido em uma estrada rural na manhã de segunda-feira, 20, em São Pedro do Turvo, a 360 quilômetros de São Paulo. 
Segundo a Polícia Civil, Alexandra estava indo trabalhar e encontrou diversos galhos bloqueando sua passagem em uma estrada rural. Então, teve de parar o carro para retirá-los e seguir viagem. Segundo as autoridades, nesse momento o marido da vítima, Antônio Carlos da Silva, teria aparecido e atirado três vezes contra ela, que morreu no local.
Ainda segundo a polícia, Silva não teria aceitado o fim do relacionamento, que durou 15 anos. Em 13 de novembro, Alexandra tinha ido à delegacia da cidade para registrar boletim de ocorrência por ameaça e violência doméstica. Silva está foragido e deve responder por crime de feminicídio.
Cenário. Em 2016, o Brasil teve o maior número de mortes violentas de sua história: 61.619. Os dados foram revelados pelo 11.º Anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Também houve piora em índices de criminalidade, roubo, furto de veículos e estupro.
projeto Relógio da Violênciado Instituto Maria da Penha, estima que uma mulher sofre violência física ou verbal a cada dois segundos no Brasil. O número é baseado em um levantamento realizado do Instituto Datafolha em parceria com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública.
Fonte/MSNNotícias
-
                     © Divulgação Concepção artística do Oumuamua: viajante espacial veloz e misterioso

São Paulo — Um asteroide em forma de charuto atravessou o Sistema Solar em outubro, intrigando os astrônomos que o observaram por seu formato incomum. O objeto é o primeiro a ter sua origem confirmada como sendo de outro sistema estelar.
“Que descoberta fascinante!”, diz, num comunicado, Paul Chodas, diretor do Centro de Estudos de Objetos Próximos da Terra do Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa. “É um visitante estranho de um sistema estelar distante. Seu formato não se assemelha ao de nenhum objeto que já tenhamos visto na vizinhança do Sistema Solar.”
O asteroide foi descoberto em 19 de outubro pela equipe que opera o telescópio Pan-STARRS1, da Universidade do Havaí, e ganhou o nome de Oumuamua. Depois, uma rede de telescópios ao redor do planeta passou a acompanhar o intrigante objeto espacial – incluindo o imenso telescópio do European Southern Observatory no deserto de Atacama, no Chile.
O Oumuamua também foi rastreado pelos telescópios espaciais Hubble e Spitzer, da Nasa, que giram na órbita terrestre. Inicialmente, pensou-se que se tratava de um cometa. Mas a observação de sua trajetória e de sua velocidade permitiu concluir que era um asteroide e que veio de fora do Sistema Solar.
O Oumuamua tem cerca de 400 metros de comprimento, mas apenas cerca de 40 metros de diâmetro. É feito de rocha com alto teor de metal e gira como uma broca, dando uma volta a cada 7,3 horas.
Um estudo publicado hoje na revista científica Nature afirma que o Oumuamua está, provavelmente, vagando pela Via Láctea há centenas de milhões de anos. Ele passou pelo Sol a 87,3 quilômetros por segundo. Nessa velocidade, deve escapar do alcance dos telescópios em poucas semanas.
Fonte/MSNNotícias
-
Foto cedida por Fernando Martinelli

Ipiguá é uma cidade singular, pois apesar de abrigar a migração local, seusmoradores esbanjam carinho e zelo por sua cidade. O destaque fica para oseu crescimento.Omercado imobiliário descobriu Ipiguá mais no final da era de ouro, onde a situação econômica já mostrava sinais de fraqueza resultando na diminuição do otimismo dos investidores. Com isso a especulaçãoperde efeito e o mercado tem que se adequar seu preços e planos de financiamento, sendo assim os novos empreendimentos puderam atender mais as necessidades dos moradores da própria cidade.

Com menos investidores e mais moradores, os novos bairros foram cobertos por construções e moradores em pouco tempo!  Um bairro novo em particular me chamou a atenção,é o Jardim São Francisco.Ele é diferente de todos os novos empreendimentos de Ipiguá, pois é o único localizado no centro da cidade.A 1ª quadra fica a apenas a 200m da praça central. O bairro já é bem conhecido pela população, mas ainda está limpo sem casas.

Quando estava vendo a imagem aérea da cidade no Google e vi um bairro urbanizado bem no centro sem nenhuma construção nele e isso me despertou a curiosidade. Fui então pesquisar e perguntando sobre ele na cidade, encontreivárias lendasurbanas explicando o motivo de ainda não ter moradores. Todos disseramque suas vendas foram um sucesso e que todos os lotes foram vendidos já no lançamento, afinal a localização dele é únicae bem central. Mas suas obras precisaram ser interrompidas e assim ficaram por muito tempo; o que gerou histórias e lendas. Entrei em contato com a construtorae finalmente conheci a versão real!

Elesinformaram que o loteamento, ao contrário do que as lendas dizem, nunca foi embargado e nunca teve motivo para isso. A única e verdadeira razão para a interrupção e atraso das obras foi uma mudança na legislação sobre padrões de estrutura junto a CPFL, afinal no localpassa um linhão de energia.Na fase final das obras, a construtora foi comunicada sobre a alteração nas normas e que com isso seria necessário refazer a obra inteira adequando-se a esses novos parâmetros. Refazer a obra iria impossibilitar a entrega do urbanismo no tempo acordado com os compradores e por isso a construtora aceitou receber de volta os lotes de quem não quisesse esperar. Questionei sobre quando poderíamos ver essa região finalmente cheia de famílias morando.

Afirmaram que com muita satisfação isso começaria ainda esse ano, pois eles já haviam entregue a obra e recebido o TVO (termo de vistoria da obra) pela prefeitura e o bairro está 100% pronto e legalizado junto aos órgãos públicos. Sendo assimestavaminiciando uma nova fase de vendas dos lotes recomprados pela empresa. Afim de dar o caso por encerrado para nossos leitores, fui até a prefeitura e confirmei o queouvi da construtora! A novela realmente teve um final feliz! Tive acesso ao documento de liberação. Agora o Jardim São Francisco é um bairro livre e pronto para receber o carinho de seus novos moradores. O povo de Ipiguá merece mais uma opção de moradia para dar conforto para suas famílias.

Reportagem: Fernando Martinelli
-
© AFP m alguns casos, como na cidade do Rio de Janeiro, há simultaneamente uma lei estadual e uma municipal decretando a data. 

O Dia da Consciência Negra é celebrado neste 20 de novembro. A data faz referência ao dia da morte do líder negro Zumbi dos Palmares.

A data foi incluída no calendário escolar como Dia da Consciência Negra em 2003, quando foi instituído o ensino da história e cultura afro-brasileiras nas escolas. Em 2011, a lei 12.519 criou a comemoração do Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra, mas não instituiu o feriado.

O projeto de lei 296/15, de autoria do deputado Valmir Assunção (PT-BA), tenta transformar a data em feriado nacional. Por enquanto, o projeto ainda está em tramitação e precisa passar ainda pelo plenário da Câmara.

Enquanto o projeto não é aprovado, a data é considerada feriado apenas nos municípios e Estados que aprovaram leis específicas sobre a data. Atualmente, há cinco estados e diversos municípios com leis específicas que determinam que 20 de novembro é feriado. No Rio de Janeiro, por exemplo, o feriado foi estabelecido por lei municipal e estadual.

Onde houver lei determinando feriado, as empresas deverão liberar os funcionários do trabalho. Caso sejam convocados, deverão receber um dia de folga posteriormente ou, então, o pagamento em dobro pelo dia trabalhado.

“Nas cidades e Estados em que há lei decretando o feriado, as empresas que convocarem o funcionário para trabalhar devem pagar o dia em dobro ou negociar uma folga compensatória depois”, afirma a especialista em relações trabalhistas Carolina Cardoso.

Segundo ela, feriado é diferente de ponto facultativo. “Quando é feriado, é obrigatório conceder a folga, diferentemente dos chamados pontos facultativos, quando não existe a obrigação de conceder folga.”

Fonte/MSN Notícias
-