Select Menu

Slider

Travel

Cute

My Place

Racing

» » » Vítimas de 'maníaco da marreta' seguem internadas em estado grave
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

 Um dos ataques foi na Avenida dos Metalúrgicos, no bairro Nova Esperança (Foto: Reprodução / TV TEM)

Agressões ocorreram no domingo (30), em bairros de Rio Preto (SP). Homem, ainda não identificado, teria escolhido vítimas aleatoriamente.

A polícia continua nesta segunda-feira (1º), as buscas por um homem que atacou a marretadas duas jovens na região norte de São José do Rio Preto (SP). As vítimas, que teriam sido escolhidas aleatoriamente, tiveram afundamento de crânio e estão internadas em estado grave.
Segundo a assessoria do Hospital de Base, a jovem Greice Pereira de Brito passou por cirurgia, está na UTI e respira com a ajuda de aparelhos. É grave também a situação da adolescente Évely Andreza Reis Souza, que passou por cirurgia e está na UTI da Santa Casa.

As agressões ocorreram neste domingo (30), nos bairros Nova Esperança e Parque da Cidadania. O homem ainda não foi identificado e, segundo a polícia, teria sido o mesmo na agressão às duas vítimas. Segundo informações da polícia, o homem estaria em um veículo e teria parado para agredí-las com marretadas na cabeça. A polícia diz que, além  mulheres estavam em locais próximos, mas diferentes, e não há ligação entre elas.

Uma das vítimas, Évely Andreza Reis Souza, de 15 anos, foi atingida na Avenida dos Metalúrgicos, no bairro Nova Esperança. Ela foi socorrida em estado grave e encaminhada para o Hospital de Base.
A outra vítima, Greice Pereira de Brito, de 23 anos, foi agredida quando estava na frente da própria residência, próximo ao local do primeiro crime, no bairro Nova Esperança. Ela foi socorrida, também com traumatismo craniano, para a Santa Casa e passou por cirurgia. O estado de saúde dela é grave.

A polícia reforçou as buscas pelo suspeito. Os casos foram registrados como tentativa de homicídio.
Fonte/G1

Publicado por Jornal OProgresso

As matérias assinadas não expressão a opinião do jornal.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Leave a Reply