SÃO PAULO - Pelo menos 60 funcionários do Polo Industrial de Cubatão (SP) deram entrada nesta sexta-feira no pronto-socorro da cidade com sinais de intoxicação. O polo foi evacuado após um vazamento de ácido sulfídrico, um gás tóxico. Centenas de trabalhadores foram removidos do local pelas empresas. A Comissão Municipal de Defesa Civil de Cubatão (Comdec) e a Secretaria Municipal de Segurança Pública e Cidadania estão no local apurando as causas do vazamento, informou a assessoria de imprensa da Prefeitura de Cubatão.
O vazamento partiu de uma das empresas que compõem o Polo Industrial de Cubatão por volta das 10h desta sexta-feira. Os trabalhadores apresentam sintomas como tosse, enjoo, irritação nos olhos e dores no corpo, informou a Prefeitura, que pediu reforço no número de médicos. Ainda não se sabe se há algum caso mais grave.
O problema ocorreu nas imediações do entroncamento da Rodovioa D.Domênico Rangoni, perto de duas indústrias: Refinaria Presidente Bernardes e Petrocoque, mas não se sabe ainda se o vazamento ocorreu em uma dessas empresas ou tem origem em algum veículo em circulação pela cidade.
“As emanações de gás chegaram à Avenida Nove de Abril, a principal da Cidade. Entre as pessoas que procuraram no Pronto-Socorro estão funcionários de lojas locais Trabalhadores da área da Refinaria também estão entre as vítimas”, disse a Prefeitura, em nota. Fonte/MSN notícias