Select Menu

Slider

Travel

Cute

My Place

Racing

» » » Hospital de Base vai sortear um Maverick
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Um paciente do Hospital de Base que se tratou durante 10 anos de um câncer (mieloma), decidiu quando ainda estava vivo doar ao HB, o mais precioso bem material que tinha em agradecimento pelo atendimento recebido no hospital. De acordo com a viúva, Dalcisa Venturini Locatelo Bossolini, 64 anos, o marido, enquanto vivo e já recuperado do câncer, disse-lhe que gostaria de doar o carro ao hospital após sua morte.
Passados cinco anos, o policial militar José da Silva Nascimento morreu, aos 74 anos, e a doação foi realizada conforme sua vontade. “Quando ele disse isso, estava bem e curado. Eu até dei risada, mas era essa a vontade dele, tanto que também comunicou às irmãs sobre o desejo de doar o carro ao hospital”, contou a viúva.
Ela também lembrou que o marido fez uma única ressalva: que o dinheiro da venda do veículo fosse destinado ao departamento de Transplante de Medula Óssea, onde ele realizou o tratamento. “Essa foi a única condição para a doação. Ele fez isso, pois não tivemos filho e foi lá que ele se curou da doença”, disse Dalcisa.
De acordo com a mulher, o carro está em perfeito estado de funcionamento e conservação. “Eu sempre falava que dava para comer em cima do motor de tão limpo e brilhoso que era”, disse ela, lembrando o carinho que o marido dispensava ao veículo.
De acordo com especialistas em veículos, um carro como este pode ser comprado por colecionadores por até R$ 75 mil, muito mais valorizado que a maioria dos carros populares. Dona Dalcisa contou ainda que o carro foi comprado pelo marido em 1976, porém tinha sido fabricado em 1974 e que, após a compra, ele nunca parou de fazer melhorias.
E cuidou muito bem da relíquia. “Sempre que íamos passear, logo no começo do namoro, eu saía com ele e achava que as pessoas olhavam para mim. Um dia comentei com ele: ‘olha, estão me olhando muito, será que eu estou tão bonita assim?’ E ele prontamente me respondeu: ‘me desculpe, mas eles estão olhando para o carro e não para você’. Rimos muito da situação”, lembrou a viúva.
E ele estava certo, de acordo com a mulher: não tinha uma única vez que saíam para passear que os outros motoristas não pedissem para tirar fotos do carro, do motor e das rodas. “O carro era muito famoso, por onde passava chamava atenção e ele adorava isso tudo”, disse a viúva.
Para concorrer ao carro, os interessados precisam ir até o caixa do Hospital de Base ou do Hospital da Criança e Maternidade, e pedir para comprar uma cota. O valor de cada cota é R$ 15; o sorteio será realizado no dia 26 de março. O ganhador será o que tiver o número sorteado pela loteria federal de Páscoa.
O carro já vem com toda a documentação em dia e com os impostos pagos. O ganhador tem 90 dias para retirar o veículo e sair rodando. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 3201-5000 ou ainda pela internet, no site:www.hospitaldebase.com.br
Fonte/Diário web

Publicado por Jornal OProgresso

As matérias assinadas não expressão a opinião do jornal.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Leave a Reply