Select Menu

Slider

Travel

Cute

My Place

Racing

» » » Menores "caçados" no Facebook para rede de prostituição
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

                                © JN
A polícia espanhola deteve, este domingo, sete suspeitos de integrarem uma rede que explorava sexualmente 29 jovens sul-americanas, algumas menores, atraídas através do Facebook. Um dos detidos é professor.
Segundo informou a Polícia Nacional, os homens são suspeitos dos crimes de prostituição e corrupção de menores e de pertença a grupo criminoso.
As vítimas eram atraídas no Facebook por duas mulheres que se aproveitavam da sua idade e condição financeira para lhes oferecerem trabalho. Em vez de irem trabalhar para um hotel, como lhes era prometido, acabavam a ser conduzidas para a indústria da exploração sexual.
A investigação concluiu ainda que o alegado líder do grupo tinha mantido relações sexuais com três menores, motivadas pela promessa de que receberiam altas remunerações.
Fontes ligadas ao processo indicaram à agência de notícias EFE que também foi detido um cliente, conhecido como "o professor", por ser docente da Universidade de Múrcia.
Os investigadores identificaram um total de 29 vítimas, todas provenientes da América do Sul, em dois bares de alterne de Múrcia e Santomera.
Duas das vítimas são menores de idade e outras 15 têm entre 18 e 19 anos, mas começaram a ser exploradas quando ainda eram menores.
O líder do grupo, cuja mulher e irmão também foram detidos, era proprietário dos dois clubes de alterne.
Quatro dos detidos são de nacionalidade espanhola, dois são colombianos e outro é da Bolívia.
Fonte/MSN Notícias Portugal

Publicado por Jornal OProgresso

As matérias assinadas não expressão a opinião do jornal.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Leave a Reply