Select Menu

Slider

Travel

Cute

My Place

Racing

» » » » Barriga de aluguel perde filhos de Paulo Gustavo: 'Muito tristes, mas fortes'
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga


© Divulgação, Reginaldo Teixeira
Paulo Gustavo fez desabafo em seu Instagram para lamentar que a barriga de aluguel perdeu seus filhos, no sábado, 16 de dezembro de 2017
Paulo Gustavo usou seu perfil do Instagram, no sábado (17), para compartilhar uma notícia triste com os fãs. O humorista contou que a barriga de aluguel que esperava seus filhos gêmeos sofreu um aborto espontâneo. "Gente, gostaria de dividir com vocês um momento super difícil! Na semana passada a mamãe de aluguel entrou em trabalho de parto no meio da gestação, quando os bebes ainda não eram viáveis. Infelizmente não será dessa vez! Estamos muito tristes, mas fortes e acreditamos que tudo isso tem algum porquê que saberemos mais pra frente!".

Comediante afirma: 'Seremos pais, mas um pouco mais pra frente!'

Na rede social, o humorista disse que nem ele ou o marido, Thales Bretas, desistiram da ideia de aumentar a família. Com desejo de ser pai há um tempo, o comediante disse que, no próximo ano, retomará o processo para ter filhos: "Eu e Thales somos muito jovens, saudáveis e nos amamos muito! Portanto, vamos começar tudo de novo ano que vem! Seremos pais, mas um pouco mais pra frente! Fiquem com Deus e voltamos muito em breve com boas noticias! Obrigado pelo carinho de todos vocês! Deus no comando. Sempre!".
Apresentador foi aos Estados Unidos 3 vezes no processo para ter filhos
Segundo o jornalista Leo Dias, do programa "Fofocalizando", Paulo e o marido precisaram ir três vezes aos Estados Unidos por causa do processo para ter filhos. Na primeira vez para conhecer a barriga de aluguel, depois para doarem os espermatozoides e por, último, para lidar com a burocracia. A escolha dos espermatozoides foi feita de forma aleatória e os dois não saberiam quem seria o pai biológico das crianças.
Fonte/MSN Notícias

Publicado por Jornal OProgresso

As matérias assinadas não expressão a opinião do jornal.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Leave a Reply