Select Menu

Slider

Travel

Cute

My Place

Racing

» » » » Marido de funkeira é morto a tiros de fuzil em estacionamento no Rio
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

 © Pixabay Matheus Melo de Castro tinha 23 anos e saía de moto da comunidade quando foi baleado

Além da morte da vereadora Marielle Franco (PSOL), outras duas pessoas foram assassinadas na noite de quarta-feira (14) no Rio. Um homem identificado como Marcelo Diotti da Mata foi morto no estacionamento do restaurante Outback, que fica na avenida das Américas, na Barra da Tijuca, na zona oeste da cidade.

Diotti era marido da MC Samantha, ex- mulher de Cristiano Girão, que é apontado com o chefe da milícia em uma região em Jacarepaguá, também na zona oeste.
+ Jornais internacionais repercutem morte da vereadora Marielle Franco
Segundo testemunhas, ele foi morto com tiros de fuzil. A polícia investiga se o crime foi encomendado. O casal já havia sofrido um atentado no ano passado ao deixar uma festa em Jacarepaguá. Na época, Samantha atribuiu a autoria do ataque ao seu ex-marido.

Ela disse que Girão queria se vingar, depois que ela entrou com processo na Justiça pedindo pensão alimentícia para a filha. Ele foi vereador do Rio e perdeu o mandato em 2010 por envolvimento com a milícia.
Em liberdade condicional, Girão já teve 13 passagens pela polícia por furto, crime eleitoral, corrupção, lesão corporal, ameaça e homicídio.

SEGUNDA MORTE
Na mesma noite, o empresário Claudio Henrique Costa Pinto, 43, foi assassinado ao ter o seu carro roubado no Cachambi, zona norte do Rio.
O filho dele, de apenas cinco anos, estava no carro. O empresário foi atingido por quatro tiros. Policiais perseguiram os criminosos, que fugiram para a favela do Jacarezinho, próximo a região do crime. Mas não conseguiram prendê-los.

A vereadora Marielle Franco e o motorista dela foram mortos a tiros no Estácio, zona norte do Rio. A assessora de imprensa da vereadora sobreviveu. O deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL) disse que todas as características do crime são de execução e que vai cobrar providências da polícia.
A parlamentar é nascida e criada no complexo de favelas da Maré, uma das regiões mais violentas da cidade. Socióloga formada pela PUC-Rio e mestre em administração pública pela Universidade Federal Fluminense, Marielle foi a quinta vereadora mais votada do Rio na última eleição. Ela obteve 46.502 votos.

Com informações da Folhapress. Fonte/MSN Notícias

Publicado por Jornal OProgresso

As matérias assinadas não expressão a opinião do jornal.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Leave a Reply