Select Menu

Slider

Travel

Cute

My Place

Racing

» » » » Um momento tenso entre Miriam Leitão e Kátia Abreu repercutiu na internet
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

                                  Imagem/Reprodução

Convidada da Globo News na segunda (3) para o programa Central da Eleições, Kátia Abreu virou assunto nas redes sociais por conta de uma discussão com Miriam Leitão. A vice do presidenciável Ciro Gomes se recusou a permitir que a jornalista fizesse sua pergunta – o que rendeu um diálogo tenso.
Tudo começou com uma explicação de Miriam sobre desmatamento.
– A senhora sempre foi solidária com quem foi acusada de desmatamento. A senhora foi acusada de desmatamento ilegal em 2004.
– Eu acusada de desmatamento ilegal? – perguntou Kátia.
– Multada.
– Nunca fui, Miriam. Sinceramente. Eu não tenho nenhum pedido de desmatamento…
– Foi anistiada depois do Código Florestal.
– Não. Me desculpa. Eu nunca entrei com documento em qualquer órgão ambiental pedindo licença para desmatamento. Você está equivocada. Jamais pedi alguma licença. Não porque seja contra. Porque no Código Florestal, mesmo antes de ser mudado, de 1965, ele já tem um artigo, e não foi alterado, que permite alguém pedir desmatamento. Então estou dizendo que nunca pedi por simples falta de necessidade. Porque eu poderia ter pedido, sim. Como todo produtor rural que…
– Eu gostaria de terminar minha pergunta – interrompeu Miriam.
Kátia, no entanto, não parou de falar. Miriam, então, continuou:
– Tá, então a senhora não fez, mas sempre foi solidária. A senhora sempre teve uma relação conflituosa com os ambientalistas e disse ao The Guardian que isso era elogio.
– Miriam, da mesma forma que você me diz solidária aos produtores rurais, eu digo que você é solidária radicalmente aos ambientalistas, sem dar oportunidade aos produtores de conversar.
– Posso fazer minha pergunta? A senhora está enganada. Eu visito muito os produtores. Os bons. Os bons produtores. São muitos.
– Ah, então você deve me achar uma produtora terrível, porque, enquanto fui presidente da CNA por seis anos, eu já cheguei a implorar audiências com você…
– Posso fazer minha pergunta?
– …Para mostrar nosso lado, e você nunca permitiu.
– Eu gostaria de fazer a minha pergunta.
– Claro que sim. Você está me colocando em xeque e eu também queria perguntar para você.
– Pois é. Mas eu não sou candidata. A senhora é. Aí eu faço as perguntas.
Fonte/MSN Notícias

Publicado por Jornal OProgresso

As matérias assinadas não expressão a opinião do jornal.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Leave a Reply